Contratação e o lado da empresa na discussão

Eu tenho 3 ou 4 carimbos na minha carteira de trabalho. Já fazem quase 3 anos que sou sócio da MustacheLabs. E de lá pra cá tenho encontrado vários desafios que, quando eu era empregado, nem imaginava...

Uma desses é a contratação da equipe. A princípio parece fácil oferecer uma série de benefícios, avaliar os currículos, fazer a entrevista e fechar com o novo membro do time. Mas no meio desse trâmite todo existem vários pontos a levar em consideração.

Quero deixar aqui minhas considerações baseadas nas experiências "como empresa" que tive, portanto fique à vontade pra discordar, comentar ou debater mais nos comentários logo abaixo, ok?

Os currículos

Primeiramente, quando recebo um email de uma pessoa interessada em determinada vaga, eu espero que ela siga alguns requisitos pra que, na avaliação que fazemos, ela se qualifique para a posição.

Eu sei que existem "modelos padrão" de currículo, mas o que realmente importa não é o layout dele. A informação precisa e verdadeira vale mais que um PDF montado no Photoshop.

Texto de apresentação no email

Parece até bôbo, mas eu recebo dezenas de emails sem a mínima apresentação. A maioria das vezes é algo do tipo:

Link do portfólio: www.meusite.com/portfolio
Github: www.github.com/user
Linkedin: www.linkedin.com/user

Não há nem um texto de introdução no email. Só os links e nada mais.

Já recebi alguns com apenas o anexo do currículo...

Se a pessoa não consegue ter o mínimo de capacidade de redigir um texto num email, como é que ela vai conseguir escrever uma mensagem de commit? Como vai responder uma issue que um outro membro da equipe ou um usuário levantou? Como vai conseguir debater numa discussão se não tem poder de dissertar?

Email com vários destinatários

Para: rh@mustachelabs.cc, vagas@empresa1.com, jobs@empresa2.com

Preciso explicar mais alguma coisa? Se você envia um email para mais de uma vaga, o objetivo e a descrição do email não deveriam ser diferentes?

Pra eu, isso além de ser um desrespeito com as empresas envolvidas no destino da mensagem, simboliza uma falta de vontade e desejo de trabalhar na equipe.

Profissionais que fazem isso geralmente só se importam com quem pagar o salário mais alto. E se você pensa que salário é o principal critério de escolha, vou contar qualquer dia desses minhas experiências de ambiente de trabalho em empresas que passei que provarão o extremo oposto disso...

Informações imprecisas ou duvidosas

Eu trabalho com desenvolvimento fazem 8 anos. Sempre convivi com pessoas que se auto-promoviam e divulgavam seus skills exacerbadamente. Isso é totalmente normal, já que sempre queremos provar que sabemos algo, mesmo não tendo uma noção completa da coisa.

O que não consigo validar como aceitável é o fato de alguns enviarem anexos com conteúdos cheios de informações faltando, mas com cargos exageradamente em destaque.

Empresa X
Líder da equipe de Desenvolvimento

E só. Sem o período, as responsabilidades na empresa, os projetos que desenvolveu, as tecnologias que utilizou. Como é que vamos avaliar a experiência da pessoa apenas com essa informação?

Desenvolveu usando o quê? Que tecnologia foi empregada? Quanto tempo o projeto durou?

Projetos sem muita descrição ou que você não tenha participado de fato não deviam habitar seu currículo!

Apesar da avaliação dessa informação ficar mais complicada, sabemos que "o mundo é pequeno" e aí o networking facilita a validação de quando uma pessoa diz que participou de determinado projeto ou não.

Informações um pouco mais detalhadas sempre são bem-vindas. Não precisa escrever uma monografia, basta ser claro.

"Eu programo em Ruby", mas só criou um TODO app com Rails

Isso me deixa mais p*** ainda. Você assumir que domina uma linguagem significa que foi além de um TODO app.

Aliás, significa que você já fez algo consistente mais de uma vez! Seja sincero quando especificar isso nas suas experiências. Não deixe o orgulho sobressair acima da realidade!

"E o lado do desenvolvedor"

Esse texto tem o intuito de mostrar o lado da empresa. No entanto, acredito que vários pontos devem ser considerados pela própria, antes de exigir do candidato alguma coisa. Até porque eu já estive no lado de quem procura e sei muito bem o que acontece...

O mínimo aceitável que as empresas devem fazer é:

  1. deixar claras as informações da vaga, como local, objetivo, requisitos mínimos, benefícios e faixa salarial;
  2. responder aos candidatos pelo menos com "ok, recebi seu email e vamos avaliar";
  3. informar sobre o método da entrevista (se vai ser teste ou apenas uma conversa);
  4. enviar um feedback para os que não conseguiram passar no processo.

Entre outros... Acredito que isso deveria ser um post separado e mais elaborado, mas quero dizer que entendo perfeitamente esses pontos e me esforço sempre pra não pisar na bola em nenhum deles (por mais que já tenha cometido alguns deslizes...).

* Se você tiver uma sugestão deixa aí nos comentários

Finalizando

Hoje, pelo menos no meu ponto de vista, precisamos de pessoas que tenham objetivos em comum com a visão da empresa. Isso é muito importante ressaltar, porque a filosofia da empresa precisa bater com a sua.

Não adianta trabalhar num local que você não concorda com os rumos que ele toma. Por incrível que pareça tem muita gente fazendo isso, seja por dinheiro ou por status profissional.

Vontade de aprender e se atualizar é outro requisito que precisa ser padrão de todos. Além disso, é preciso ser desprendido de preconceitos, seja de linguagem, framework ou metodologias. Um desenvolvedor sério sabe escolher o melhor e o que mais combina com diferentes projetos sem se apegar a convicções individuais.

Enfim, espero que você tenha entendido meus pontos! Essa é a minha visão das coisas que atualmente lido. Se você tem opiniões diferentes conte pra mim! Seria interessante discutirmos juntos!

comments powered by Disqus